• (84) 3201-1363

Metodologia de Ensino


Vivendo e praticando a Filosofia Suzuki, acreditamos que, o “talento não é herdado, e sim, treinado e educado” (SUZUKI, 2008).

A metodologia da Casa Talento tem sua fundamentação na filosofia de ensino Suzuki, cujo método baseia-se na visão de que o ser humano possui diversas potencialidades que são desenvolvidas pelo contato com o ambiente que o cerca, tendo apoio no triângulo da educação Suzuki formado por aluno, família e professor. Sua base de sustentação possui 9 pilares, são eles:

Toda pessoa é capaz: do mesmo modo que aprendemos a língua materna, naturalmente através da repetição, também é possível aprender a linguagem da música.

Envolvimento da família: essencial para criar um ambiente de aprendizagem favorável, fortalecendo os vínculos familiares.

Começar desde cedo: é interessante o contato diário com a música desde a infância, fazendo parte do processo de formação do indivíduo. Um bom ambiente musical pode dar condições à criança de começar a estudar um instrumento a partir dos 4 anos, porém, nunca é tarde para começar.

Ouvir: quando crianças aprendemos a falar com a constante audição das palavras ditas pelos outros. Com a música ocorre o mesmo, é muito importante ouvir música todos os dias para reconhecermos o que se almeja tocar, até mesmo antes do contato com o instrumento.

Repetir: para aprender um instrumento existe a necessidade da constante soma e repetição do repertório já assimilado. Ao aprender uma música não se deve descartá-la, mas acumular gradativamente novas peças.

Encorajar: o esforço do aluno em aprender um instrumento deve ser acompanhado de estímulos e sinceros incentivos, cada pessoa tem seu tempo e jeito de aprender. Também é importante criar um ambiente de solidariedade e cooperação estimulando os alunos a encorajarem uns aos outros.

Aprender em coletividade: nas apresentações e aulas em grupo os alunos trocam experiências, têm contato com colegas mais avançados, aprendem a trabalhar em equipe, motivam e se inspiram mutuamente.

Repertório Gradual: pela filosofia Suzuki, todo o repertório é pensado para resolver os problemas técnicos com as próprias peças, sem que torne necessário o uso de exercícios técnicos cansativos e entediantes.

Leitura Tardia: na infância só desenvolvemos a leitura após aprendermos a falar, assim também deve ser com a leitura musical, sendo aprendida após o aluno ter uma base técnica mínima em seu instrumento.

FALE CONOSCO


COMO CHEGAR